Bananada sem açúcar orgânica 250 g

Código: P2ACCJQUJ Marca:
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

Sobre o produto

Produto sem adição de açúcar.

Ingredientes: Banana nanica e suco de laranja agroflorestais Sem adição de açúcar e conservantes. Não contém glúten.

 

Sobre o produtor

 

A Cooperafloresta nasceu a partir da organização de famílias agricultoras quilombolas no Vale do Ribeira, visando superar as grandes dificuldades existentes na região. Atualmente é formada por 75 famílias organizadas em 20 grupos, envolvendo 300 pessoas nos municípios de Barra do Turvo em São Paulo e Adrianópolis e Bocaiúva do Sul no Paraná. Pertencem às comunidades tradicionais e na nossa maior parte, já se auto-reconhecem como remanescentes de quilombos. Através da agrofloresta, resgatam e reconhecem o valor dos conhecimentos e sentimentos sobre a natureza e seu funcionamento. 

O trabalho pioneiro com agrofloresta foi iniciado por duas famílias agricultoras em 1996, a partir de um curso ministrado em Barra do Turvo. Em 1998 formou-se um grupo de cerca de trinta famílias que começaram a praticar a agrofloresta e a comercializar solidária e coletivamente a produção de suas agroflorestas agroecológicas. As famílias pioneiras e suas agroflorestas foram fundamentais para a capacitação das que vieram depois. As famílias antes da agrofloresta sobreviviam com rendas declinantes da produção do feijão cultivado em terras com acentuado processo de degradação, comercializada de forma individualizada em mercados distantes com elevados custos, obtendo renda da agricultura que não ultrapassava 2 salários mínimos anuais e era complementada com a venda de trabalho eventual. Em 2009, mais de 75% das famílias associadas à Cooperafloresta ultrapassou 15 salários mínimos de renda agrícola monetária anual acrescida de grandes melhorias na renda de autoconsumo que superou 4 salários mínimos anuais. Estes resultados são obtidos conservando o meio ambiente e ampliando a biodiversidade local no bioma Mata Atlântica através de 250 ha de agroflorestas mais intensivamente manejadas e outros 500 de manejo mais extensivo, onde predomina a ação do processo natural de regeneração florestal.

“No começo foi bem difícil, a gente sabia pouco, mas a gente tinha certeza que o momento era certo para agrofloresta acontecer. E logo percebi que parece que a coisa tinha vontade própria. E eu me senti feliz em poder estar participando da história desse momento, apesar de todas as dificuldades, em nenhum momento eu pensei em desistir. Eu tinha convicção de que era um momento de aprendizado de uma vida. A gente teria que aprender coisa que já tinha esquecido. Quando digo a gente, digo em termos de humanidade. Que o mundo já não tá mais aguentando todas as agressões que nós humanos temos cometido.” (Pedro, grupo Córrego do Franco)

 

Para conhecer mais clique aqui.

 

Sobre a loja

A Cesta Camponesa de Alimentos Saudáveis é uma experiência desenvolvida pelo Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) em diversos estados brasileiros. O MPA atua em todo território nacional contra o avanço do agronegócio, organizando o campesinato na luta pela produção de alimentos saudáveis para alimentar o povo brasileiro. Para saber mais sobre o MPA, acesse https://mpabrasil.org.br/. No Rio de Janeiro, as atividades da cesta camponesa iniciaram em setembro de 2015. Desde então, nosso objetivo é...

Pague com
Selos
  • Site Seguro

Associação Camponesa Para Educação, Cultura e Agricultura do Estado do Rio de Janeiro - Acecarj - CNPJ: 33.822.838/0001-10 © Todos os direitos reservados. 2021


Para continuar, informe seu e-mail